16 de fevereiro de 2013

Brisas em Vila Nova da Barquinha

Ao sábado e domingo é normal ao final da tarde ir dar uma volta ao Parque Ribeirinho aqui da terrinha. Acho que já tem outro nome mas eu continuo a chamar-lhe assim. Sou teimosa, dizem...

Nem sempre levo corações comigo. Mas hoje, não sei porquê, apeteceu-me deixar lá algo. Assim, antes de sair de casa ainda fiz um coração de origami para levar comigo.

O parque tem sempre muita gente ao fim de semana. Principalmente crianças. É um sitio para onde gosto de ir, para andar ou sentar debaixo de uma árvore a ler. Também há a hipótese de andar e ler. Mas as pessoas têm tendência a achar isso estranho...

Hoje só faltou o sol para ajudar ao pequeno passeio. Num banco deixei a minha brisa de origami com a esperança de ser rapidamente apanhado, não fosse o vento levá-lo até outras paragens.
Trazia consigo uma frase de Blaise Pascal:

"À força de falarmos de amor, apaixonamo-nos"



Minutos depois, enquanto dava mais uma voltinha vi um senhor passar pelo banco e apanhar o coração. Quem sabe dá notícias?
 

9 comentários:

  1. Acho que o nome é Parque Almourol :) mas parque da terrinha é mais carinhoso!

    Lindo origami a dar uma cor a um dia tão cinzento! Espero que tenha colorido o dia de quem o apanhou.

    ResponderEliminar
  2. Nop... o nome correcto do parque agora é Parque de Escultura Contemporânea Almourol. Muito pomposo. Parque ribeirinho soa bem melhor :D
    Não conseguiver quem o apanhou. Estava de costas para mim. Era um senhor que andava sozinho pelo parque.

    Beijokas e obrigada!

    ResponderEliminar
  3. Lindo coração azul e também prefiro o nome antigo do parque ;)

    Beijinhos <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Willow,

      Beijo grande!

      Eliminar
  4. Andar e ler ao mesmo tempo, ora aí está algo que nunca fiz mas não sei se o conseguiria fazer :-) É preciso muita ginástica óptica e para quem usa lentes progressivas não sei se será o mais indicado. Mas achei piada :-)

    Linda brisa azul.
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isabel, quando se conhece bem o caminho é fácil. Não uso lentes progressivas mas as minhas dioptrias até nem são muito baixas. Tens de tentar. Mas repito, só quando conheces bem o caminho.

      Beijo grande!

      Eliminar
    2. Ai Joana, tentar andar e ler ao mesmo tempo não sei se não é ousadia a mais para mim que sou recatada :-D
      Se um dia experimentar logo te aviso :-D Ah! Ah! Ah!
      Beijos

      Eliminar
  5. Será que o senhor vem dar notícias?
    Gosto muito da foto de fundo. Deve ser mesmo agradável estar sentada debaixo da árvore quando estiver carregada de folhas :0)

    Lufadas de Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostava muito que desse notícias.
      O parque é muito agradável. A "minha árvore" não é esta. É uma mais isolada e calma. Gosto imenso de me sentar debaixo dela a ler ou escrever. Sabe muito bem :D

      Beijo grande!

      Eliminar